A Gráfica LuriPress preparou algumas dicas para que todos entendam a importância e os procedimentos corretos da etapa de finalização de um arquivo.

 

1 – Os arquivos fechados são mais adequados para a impressão: Os motivos são providenciais – este tipo de arquivo não pode ser editado, o que garante que não haja problemas com as tipografias utilizadas, preservando a integridade do layout. No fechamento de arquivos, alguns formatos são mais populares e conhecidos. Dê preferência a eles na hora de finalizar esta etapa – .PDF, .PS, .RAW, .PRN.

 

2 – Trabalhe com o esquema de cores CMYK: Os arquivos com cores RGB são apropriados para a visualização em monitores e podem, no momento da impressão, não apresentar as tonalidades reproduzidas em total fidelidade em relação ao documento original.

3 – Percentagens de cores na tonalidade de preto: Esta é para quem usa principalmente o Corel Draw. A composição do preto em um background de peça, por exemplo, deve ter 20% de Cyan, de Magenta e de Yellow, além dos 100% em Black. Assim, a tonalidade sairá mais escura e valorizará o layout. Este processo chama-se “calçar o preto” ou “preto calçado”.

 

4 – Dimensão final do arquivo:  As linhas/marcas de corte são exatamente onde a guilhotina cortará o impresso na etapa deste acabamento. É imprescindível observar se este corte não cairá sobre alguma imagem ou parte de texto. Para ter uma margem de segurança, pois alguma variação pode ocorrer devido à gramatura do papel, quantidade colocada na máquina, etc. É indicado, colocar pelo menos 0,5cm de distância entre a linha/marca de corte e a impressão.

 

5 – Sangria: Para evitar filetes brancos em imagens chapadas (com 100% de cor) que ficam nas bordas do impresso, basta colocar o que chamamos de “sangria”, que é a extensão da imagem para além da linha/marca de corte. Desta forma, caso haja alguma variação, o corte ainda assim estará sobre o “excesso” da imagem.

 

6- Retículas: Utilizar combinação de cor chapada com áreas de retícula é muito arriscado. Para manter a qualidade do chapado é necessária uma regulagem para abertura maior do tinteiro da máquina para liberar mais tinta. Já nas áreas de retícula, é necessária uma regulagem para que o tinteiro libere menos tinta. Imagine uma retícula dentro de um chapado. No mínimo ficará mais difícil realizar este controle.

 

Ficou com alguma dúvida, os especialistas da LuriPress estão aqui para te ajudar. Entre em contato: atendimento@luripress.com.br